30 April 2010

Acabou o superávit primário brasileiro!!! - Em meio a euforia, indicador de tirar o sono.

 Após praticar muitos anos de superavit primário (a arrecadação sendo maior que os gastos do governo, sem contar os juros da dívida pública), no mês de março de 2010 o Brasil teve déficit primário de R$216 milhões.  Contando a conta de juros, ficamos no buraco no mês em cerca de R$6 bi.
 
Longe se vai o tempo em que tínhamos 4,5% de superávit primário e todos os indicadores da dívida pública brasileira tendiam na direção correta.  Durante a crise, por algum tempo, parecia que o Brasil tinha aprendido a lição de responsabilidade econômica, com um pacote de estímulo comedido e uma política monetária levemente expansiva.

Apesar dos aumentos fortes de arrecadação de 2010, o Governo conseguiu ainda assim gastar mais do que arrecadou.  Dado que o Brasil já voltou a crescer, inexiste o argumento de que temos de gastar por causa da crise.  O que aparenta é um aumento de gastos coincidente com ano de eleição.  É pena comprometer belíssimo trabalho de estabilização e crescimento do país e redistribuição de renda aos 45 do segundo tempo.

Vide artigo de Miriam Leitão a respeito:
http://oglobo.globo.com/economia/miriam/posts/2010/04/30/brasil-tambem-precisa-gastar-menos-287813.asp
Reação:

0 comentários:

Post a Comment